Alergias em Pets? Saiba como identificar e prevenir

Coceira. Coriza. Garganta arranhando. Dor de cabeça. Espirros. Não é Covid-19, é a Primavera, mesmo! Com a chegada da estação das flores vem esse combo não muito agradável para as pessoas que sofrem de asma, rinite, além de outras alergias e problemas respiratórios.

Mas, você sabia que o seu Pet também pode sofrer com crises alérgicas nessa estação? Assim como tem efeito negativo em humanos, a polinização das flores pode causar coceiras, irritações e/ou bolhas na pele e problemas respiratórios em cães e gatos.

Quais são os sintomas alérgicos nos pets?

Ao inalar o pólen das plantas, o organismo dos animaizinhos pode reagir de maneira atípica e gerar uma hipersensibilidade que se manifesta na pele por meio de falhas no pelo, regiões avermelhadas, descamação da pele, excesso de oleosidade e coceira. Arranhões, lambidas e mordidas na pele com frequência e intensidade exageradas também são potenciais sintomas de que o seu Pet pode estar sofrendo de uma crise alérgica.

Durante a Primavera, também é comum a ocorrência de reações alérgicas em decorrência de picadas de insetos, como abelhas, vespas, pernilongos e marimbondos. A picada de abelha é a que mais apresenta risco, já que um dos sintomas é o inchaço nas mucosas, o que pode ser fatal para cachorros de focinho curto.

Como evitar as crises alérgicas nos bichinhos?

Para evitar que o seu Cão ou Gato sofra com esses sintomas desagradáveis, você pode tomar alguns cuidados. Higienize frequentemente os recipientes de água e ração, além da caminha do bichinho, assim você elimina os resíduos que se acumulam nas superfícies; evite passeios em áreas com muita vegetação; aumente a frequência dos banhos para eliminar o pólen acumulado no pelo; e limpe as patinhas do pet todos os dias.

Todos os Pets têm alergia ao pólen?

É mais comum que os pets desenvolvam alergias entre os seis meses e quatro anos de idade, sendo que os sintomas tendem a piorar com o passar dos anos. Caso você note que o seu amiguinho de quatro patas está com um desses sintomas, procure um veterinário. O não tratamento de alergias pode acarretar feridas e infecções secundárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *